Organização pelo Direito Humano à Alimentação e à Nutrição Adequadas

Leia aqui todas as edições do Prato do Dia

  • 14 de dezembro de 2018

Ao longo desses dois últimos anos fizemos o esforço de refletir sobre a realidade brasileira a partir do Direito à Alimentação e à Nutrição Adequadas, nasceu então a coluna Prato do Dia. São 7 textos produzidos pela equipe técnica da FIAN Brasil que dialogam com diversos temas que permanecem atuais, confira!

 

#1: A carne é fraca e os alimentos não são mercadorias

O texto publicado em março de 2017 traz reflexões sobre a Operação “Carne Fraca” e o papel das grandes empresas do agronegócio no ramo da alimentação.

#2: Austeridade e fome, a gente vê por aqui

A coluna aborda a votação do projeto de lei que altera a CLT – Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), realizada em julho de 2017, e como essa é uma das reformas que representam o regime de austeridade adotado por Michel Temer.

#3: O julgamento da ADIn Quilombola e a perversidade do racismo brasileiro

O texto tem como tema o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade/ADIn n. 3239/07, realizado em agosto de 2017, pelo Supremo Tribunal Federal e aponta como o julgamento traz à tona uma das principais memórias escondidas acerca das raízes do Brasil: o racismo enquanto política de Estado.

#4: Programa “Alimento para todos” – uma ideologia farinácea

Em outubro de 2017, o então prefeito de São Paulo, João Doria, lançou o programa “Alimento para Todos”, nesta coluna os autores questionam a ideologia de que a fome se resolve com falsas soluções tal como a ração, apoiando ações empresariais lucrativas que visam a distribuição e o consumo de alimentos ultraprocessados, em vez de se garantir alimentos saudáveis e adequados, produzidos de maneira sustentável.

#5: O desmaio de fome e a despolitização da austeridade

De novembro de 2017, o texto aborda o desmaio de fome de uma criança dentro de uma escola do Distrito Federal (DF). O caso foi emblemático para caracterizar o Brasil em que vivemos atualmente, com políticas de austeridade como a Emenda Constitucional 95 congelou os gastos com políticas sociais, como aquelas que fariam a diferença neste caso, pelos próximos 20 anos.

#6: Mais direitos, menos veneno: pela rejeição do PL 6299/02

O texto tem como tema o Projeto de Lei nº 6299/02, conhecido como “Pacote do Veneno”, em tramitação na Câmara dos Deputados. Caso o PL seja aprovado, o Brasil deixará ainda mais débil sua capacidade de regular o uso e a comercialização de venenos que impactam as diferentes etapas do processo alimentar, escancarando as portas para novas violações de direitos humanos como alimentação, saúde e meio ambiente.

#7: A carga pesada do neoliberalismo e seu rastro de fome: sobre a greve dos caminhoneiros e petroleiros

Já nos seus primeiros dias, a greve dos caminhoneiros gerou impactos na produção, comercialização e consumo de alimentos no Brasil. O atual governo e suas medidas neoliberais, em uma doutrina de choque, vêm pondo abaixo conquistas sociais importantes, como a saída do Brasil do mapa da fome. O congelamento de gastos sociais, por meio da Emenda Constitucional (EC) 95, já é responsável por regredirmos em dois anos os avanços conquistados em mais de 10 anos nos indicadores de extrema pobreza.

 

Deixe um comentário